terça-feira, maio 24, 2005

Flagelos da Humanidade I

Já dizia o Rui Veloso que "o prometido é devido"... por acaso sempre senti uma certa mágoa de solidariedade com o sujeito poético daquela composição... então a miúda promete e quando chega a altura não quer tirar o vestido, deixando o rapaz naquela angústia masculina...?!
Mas como estava a dizer, prometi por isso aqui vai o post sobre empadas.

Um dos grandes flagelos da humanidade são as empadas com azeitona lá dentro.
Não há nada pior que estar a comer uma saborosa empada e trincar uma azeitona. Corremos o risco sério de partir um dente... no fundo, tratar-se-ia da inclusão do sustenido na nossa "escala bocal"... a chamada tecla preta... whatever...

Mas o pior de tudo isto é que nós comemos a azeitona, ao mesmo tempo que estamos a comer a empada, e ficamos com o caroço na boca. E agora?! Como fazemos para nos livrarmos da sua presença?
Este é, muito provavelmente, um dos maiores flagelos da humanidade que afectará certamente milhões de pessoas por todo o mundo, causando até graves conflitos sociais e familiares.

Ninguém me tira da cabeça que Adolf Hitler decidiu começar a matar judeus depois dum empregado de mesa judeu, numa cervejaria duma esquina da pacata localidade de Braunau-am-Inn, lhe ter servido uma empada com azeitona. Este não teve como livrar-se do caroço da azeitona a não ser colocá-la na mão, impedindo-o de apalpar o rabo do seu "amigo" Ernst que lanchava com ele.
Hitler ter-se-á revoltado para todo o sempre contra as empadas e as pastelarias que as fabricavam, consumindo-se numa guerra sem fim tentado eliminá-las. Pelo meio, terá também tentado exterminar os judeus... pelo menos fala-se nisso...

JG

8 comentários:

Petrucci disse...

fiquei sem palavras...este é certamente uma nova preocupação com a minha existância, e eu próprio nos vamos preocupar a partir de agora...até porque, nunca tal me aconteceu...e logo eu que sou maluco por empadas...

C***** do Hitler..ou seja lá quem foi que deixou cair a azeitona na empada...

...ai as empadas...

Petrucci disse...

...já agora, não posso deixar de falar na referência ao teclado...ou seja à cavidade bocal, mais propriamente a o teclado português que com u sem azeitona, tem sempre sustenidos...

..ou falta deles...

:oP

joana disse...

Realmente essas empadas são um perigo para a sociedade...deviam ser banidas.

Anónimo disse...

As empadas, ou os empadões, (como quiserem e preferirem), são mesmo um dos maiores flagelos da Humanidade, mas mesmo assim, nunca vi uma empada com azeitonas... Será que existe mesmo?
Aquilo que apareceu na empada do Hitler devia ter sido mesmo uma barata lá da cozinha. Uma barata que não foi morta pelo seu cozinheiro Judeu e daí o Hitler ter mandado matar os Judeus. Já que não mataram a barata, então mato eu os Judeus.
Acho que azeitona era apenas uma simples barata

alchemist disse...

João,
quando disseste que havia uma relação possível entre Hilter e empadas fiquei assustado. Depois de ler o post, não sei o que diga. Mas já pensaste na possibilidade (remota, sim) de o Hitler ter morto 6 milhões de judeus por causa de umas coisas da raçaariana, e assim... assim, como quem não quer a coisa? Mas contaram-me, eu não sei... MAs muito bom, o post (e as empadas sem azeitona).

João Gomes disse...

Exactamente... foi por causa da raça ariana... mas porque ele, (aqui entre estas vírgulas chamava-lhe uma palete [este conceito de palete pegou bem] de nomes feios... mas não vale a pena...), depois do episódio da empada, passou a achar que se o empregado de mesa fosse de raça ariana, nada daquilo se tinha passado... :D

Mas podia ainda falar do facto de Eva Braun ter traído Hitler com um judeu... mas também não vou entrar por aí... nem falar da duvidosa orientação sexual do protagonista do qual se desconfia que nunca terá dormido sequer na mesma cama da namorada...

Isto sou eu a falar...
:D

monstro disse...

João.. o pior é que, cada vez que me falas da Braun... me vem à cabeça a expressão "Braun Minipimer".
Terá algum significado latente? Ou pior: patente?

Cada vez que digo "patente", por sua vez, vem-me à memória a expressão:
"Mas vês-me aqui escrito na testa: Gaijo com patentes para te estar a aturar?"

Login and Publish!

João Gomes disse...

Nunca tinha ouvido essa expressão... mas curti... acho que vou começar a usá-la...